O Meu Cabelo é um Cronómetro

Nos últimos dias tenho-me apercebido de como o tempo tem passado rapidamente. Nem acredito que já aqui estou há quase quatro meses, quase oitenta porcento do tempo que gastarei neste país. A única coisa que me faz acreditar nessa realidade é o meu cabelo.

É verdade. O meu cabelo é um cronómetro. Todos sabemos que o meu couro cabeludo não tem uma taxa de crescimento muito elevada, mas ainda assim tem crescido a passos largos. Isso não me deixa outra alternativa se não acreditar que já não me resta muito.

Foi por isso que no fim de semana passado decidi ir para Melbourne, para conhecer essa cidade de que já tanto tinha ouvido falar. Desta feita fui com um grupo diferente, com os espanhóis, e passei lá um bom bocado.

Melbourne é uma cidade completamente diferente de Sydney. Há muito menos chineses e muito menos arranha-céus, e portanto a cidade é mais ampla e baixa. Quase toda a gente é meia alternativa, seja pelo cabelo, pelos óculos ou pelos sapatos. É a cidade natal dos hipsters e por isso compreendo porque a minha santa irmã se sente tão em casa. Há milhares de cafés e bares por todo o lado, todos alternativos e cool, e toda a gente se junta lá durante a tarde, para cafés, cervejas e conversas. É uma cidade mais relaxada do que Sydney, não se nota tanto a correria administrativa, e como há mais luz por falta de arranha-céus, o ambiente é diferente, mais descontraído.

Nestes dias ficámos em St Kilda, um bairro ligeiramente longe do centro, mas perto da praia e da animação. Foi bom, porque um dos espanhóis do nosso grupo tinha uma amiga lá a viver, que nos ajudou imenso a explorar a cidade.

Vimos a Federation Square, os Jardins Botânicos, os Queen Victoria Markets e o CBD, fizemos a caminhada junto à praia em St Kilda e no último dia ainda fomos dar uma vista de olhos pela praia de Brighton, famosa pelas suas casinhas às cores. À noite subimos a Eureka Tower e conseguimos ver toda a cidade a 300 metros de altitude.

Fizemo-lo sempre em ambiente animado, embora ao princípio eu só conhecesse um dos espanhóis, e depressa nos tornámos amigos – abandonando assim o inglês para passarmos ao portunhol. Soube bem conhecer pessoas novas e viajar com um grupo diferente, desta feita.

Passámos bons tempos durante toda a viagem, e especialmente no jantar em casa da Mónica, amiga do Pablo de que vos falei, onde comemos e bebemos com leveza e estivemos à conversa. Constatei uma vez mais que o Mundo é um bidé porque também os espanhóis são iguais aos portugueses, já que as piadas e os interesses serão para sempre universais entre nós jovens. Gostei de ouvir as suas histórias e ideias com as quais me identifiquei, e reforcei o meu desejo de aprender kite surf quando regressar à pátria.

Foi uma viagem que me soube bem, principalmente os últimos dias em que o tempo estava melhor, e serviu talvez para iniciar o terceiro capítulo desta jornada com a adição deste grupo.

Entretanto, uma vez regressado, tenho continuado a desempenhar tarefas para ganhar uns trocos, o que me tem ajudado a financiar estas excursões. O trabalho de me mascarar de pinguim nunca foi para a frente, mas o invés tenho feito tarefas de distribuir flyers e converter DVDs para o iTunes.

Hoje é já o segundo dia do décimo primeiro mês, e se não fosse o meu cabelo não acreditaria. Parece que no meio destas viagens, tarefas, trabalhos de grupo, saídas e cozinhados, o tempo passa mais depressa, tão depressa que até parece que nem passa, não tivesse eu um espelho e uma careca a rejuvenescer.

Normalmente isso significa que o tempo está a ser bem gasto – comprovei-o quando fiz o skydive – e acho que aqui se passa o mesmo. Se ao menos pudesse fazer com que ele passasse mais devagar, se ao menos ele se esticasse como o queijo numa fatia de pizza.

Tenciono aproveitar este terceiro capítulo à grande e nada me poderá impedir. Nem mesmo o meu cabelo.

Se fôr preciso, rapo-o outra vez.

Anúncios

9 thoughts on “O Meu Cabelo é um Cronómetro

  1. Boa Kiko, acho que deves aproveitar bem esse terceiro capitulo, nem que tenhas de iniciar alguma etapa sozinho, como te dizia há bocado… A companhia há-de aparecer.
    Relativamente ao bidé, acho piada para a forte tendencia que nós latinos temos para nos dar uns com os outros: argentinos, espanhois, portugueses… Já o bom do Paul deve sentir-se mais numa banheira que num bidé…bjs e aproveita!

  2. Kikinho que bom que é ler qualquer coisa tua!! Sente-se nas entrelinhas de como tu estás feliz e realizado. Realmente já tinha reparado que o teu cabelo está enorme e aí se vê que o tempo passa a correr!!!! Muitos beijinhos

    • Eheh, pois e! Mas e mesmo granda cidade, curti bue!
      Quanto ao kyte, impressionante, mas nao o suficiente para me demover… Acho que tu eq foste tosca! eheh
      Beijinhos

  3. Querido Kiko, ainda bem que a viagem continua de feição e que Melbourne tb te agradou 🙂 !
    Quanto ao cabelo está formidável, vê-se por ele que o tempo passou! Mas se isso te incomoda rapa-o e pronto …é quase como se fizesses um re-start ! 🙂 O pior é que não é!!! Continua a aproveitar do efeito bidé. E já agora o que é kite surf??
    Bjs com saudades

    • E verdade, Tia, Melbourne foi uma parte importante desta jornada! Gostei imenso!
      So tenho pena que o cabelo esteja a crescer tanto, e o tempo a passar tao depressa. Sou mesmo capaz de o rapar para nao ter de me lembrar disso tantas vezes! Nao quero sair deste canto do bide!
      O kite surf e uma modalidade de desporto aquatico, baseada no surf – so que para alem disso o kyte surfer usa um papagaio (kyte) que permite andar rapido e fazer truques com a forca do vento! Deve ser um espectaculo!
      Beijinhos

      • Também acho que deve ser o máximo! Tenho uns sobrinhos muito amantes dos desportos radicais.!! É um sinal dos tempos, acho….no meu tempo não se ouvia falar em nada disto! Bjs

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s